Pesquisadores da UFJF em São Miguel do Anta - São Miguel do Anta

Pesquisadores da UFJF em São Miguel do Anta

Será criado um arquivo do município contendo seu conteúdo histórico e cultural

Nesta semana, o município de São Miguel do Anta recebeu um grupo de pesquisadores da Universidade Federal de Juiz de Fora – MG (UFJF).

O cronograma contou com uma visita na Zona Rural do Humaitá na segunda-feira (08/07 - fotos), onde os mesmos procuraram vestígios e pertences de possíveis pessoas (indígenas, africanos, dentre outros) que já habitaram o local, o momento foi acompanhado pelo Chefe do Departamento de Cultura, Turismo e Patrimônio Histórico da Prefeitura Municipal, Vitor Ferreira. Já ontem (09/07), os pesquisadores se reuniram com educadores, estudantes e moradores do município (fotos) para relatar das experiências absorvidas em São Miguel, os participantes também fizeram observações num bate papo extrovertido e de rico conhecimento. Vitor Ferreira e Fernanda Rezende (Secretária Municipal de Agricultura) também compareceram.

Os profissionais da UFJF apresentaram o projeto da instituição: “Mapeamento Arqueológico e Cultural da Zona da Mata mineira”, que trabalha em alguns municípios da região a questão de identidade, mapeamento do local e de possíveis sítios arqueológicos, onde escolas, famílias e pessoas de diferentes idades contam suas versões sobre a história daquele lugar, sendo assim, elas se tornam protagonistas e isso tem um valor cultural muito importante, de acordo com os visitantes. “Não vamos nos municípios para sair andando e coletar informações avulsas, todas as pessoas e elementos ali tem sua importância nesse processo histórico e patrimonial, em cada lugar dialogamos com as pessoas de que maneira trabalhar essa questão de identificação com nossos ancestrais e reconhecimento dos fatos que fazem parte da determinada região”, afirmaram os pesquisadores.

O convênio já está assinado através de um termo associativo/acordo de cooperação que entre si celebram UFJF (MAEA - Museu de Arqueologia e Etnologia Americana) e Prefeitura Municipal de São Miguel do Anta, com intermédio do Departamento de Cultura, Turismo e Patrimônio Histórico. Este projeto tem como principal pilar a educação patrimonial através da valorização da cultura, local e acontece em quatro fases: a primeira fase foi a vistoria no local e um bate papo com a comunidade e lideranças do município, a segunda (início em agosto deste ano) será voltada ao público estudantil através de aulas temáticas, oficinas e pesquisas. Já a terceira etapa consiste numa apresentação do trabalho coletado das pesquisas, e por fim, ocorre a finalização do material e apresentação para comunidade de todas atividades realizadas. Além dos arqueólogos e do antropólogo, a equipe conta com um historiador, dois arquitetos que prestam serviços de assessoria para o município e também um espeleólogo. Esses vão realizar uma pesquisa aprofundada para a criação de um arquivo do município contendo seu conteúdo histórico e cultural.

Autor: Assessoria de Comunicação da Pref. Mun. São Miguel do Anta